Blog de informação sobre a micose, uma infecção da pele causada por fungos e que pode aparecer em qualquer pessoa.
publicado por Tim | Quinta-feira, 21 Junho , 2012, 10:40

 

 A sarna é uma infecção da pele que é comum em muitas pessoas, extremamente contagiosa e que causa muita comichão, e que é causada por um ácaro, que se enterra literalmente na pele, causando um descomforto muito grande. Como o ácaro é considerado um parasita, este irá alojar-se dentro da pele da pessoa, "vivendo" à custa dessa pessoa (o "hospedeiro").

 

Os ácaros da sarna são extremamente pequenos, minúsculos mesmo, medindo normalmente menos de 1 milímetro, ainda que os ácaros fêmea sejam ligeiramente maiores que os machos. Estes ácaros escavam túneis dentro da pele, onde irão alojar-se até que "deitem" ovos e estes dêem lugar a novos ácaros. No espaço de 15 dias as larvas que nasceram dos ovos chegarão ao estado adulto.

 

Como se apanha a sarna?

 

Esta infecção da pele é extremamente contagiosa, como já se disse, e apanha-se muito facilmente através do contacto físico directo. Como os ácaros da sarna não têm asas, nem conseguem saltar, o contacto físico é a forma de contágio mais fácil e evidente.

 

Exemplos de contacto físico podem ser durante uma relação sexual e o contacto prolongado entre mãos, com uma pessoa obviamente já infectada com esta infecção. No entanto, é de salientar que para que a infecção da pele da sarna seja passada de uma pessoa infectada para outra (não-infectada), é necessário que o contacto físico seja longo ou prolongado, como são os casos referidos atrás. Logo, se passar muito tempo de mãos dadas com uma pessoa infectada, irá muito provavelmente também ter essa infecção.

 

O contacto sexual também é algo prolongado, na maior parte das vezes. Logo, actos como um apertar de mãos (o chamado "passou-bem") rápido ou um abraço não serão suficientes para poder apanhar a sarna.

 

Outra forma de se apanhar a sarna é em certos locais, como por exemplo os infantários ou lares de idosos, onde se está constantemente em contacto físico com as pessoas.

 

Sintomas

 

A sarna apresenta certos sintomas, ou sinais, visíveis de que a pessoa deverá estar consciente, para saber que se trata desta infecção da pele e poder procurar tratamento assijm que possível.

  • Túneis - os túneis são normalmente finos e de uma cor algo escura, com 2-10 milímetros de comprimento. Normalmente encontram-se estes túneis na pele por entre os dedos, nas mãos e na parte interior do pulso, embora os túneis possam realmente aparecer em qualquer parte do corpo.
  • Comichão - a comichão costuma aparecer primeiro nas mãos e normalmente só notamos nos tais túneis dos ácaros quando temos esta comichão. A comichão pode ser mais agressiva durante a noite e quando se toma banho.
  • Vermelhão/erupção cutânea - aparece normalmente após a comichão, no interior das coxas, nádegas, abdómen e axilas (sovacos) e nas mulheres também poderão aparecer à volta dos mamilos.
  • Coceira - toda a gente sabe que quando há comichão... coça-se. Este coçar intenso leva normalmente ao dano da pele, acabando por fazer ferida e podendo dar lugar a outras infecções (bacterianas).

Convém informar tambérm que, se a pessoa tiver uma qualquer condição de saúde já existente, a infecção da pele da sarna poderá piorar essa mesma condição, como por exemplo a eczema (ou equizema) ou a psoríase. Como tal, o diagnóstico da sarna poderá ser muito mais difícil de se fazer.

 

Como se trata a sarna?

 

O método mais tradicional de tratamento da sarna é indo ao seu médico, para que este lhe possa fazer um pequeno exame e lhe dar um diagnóstico. Normalmente, se vir os túneis dos ácaros na pele verá que é um sinal da infecção da sarna. Por vezes poderá ser necessário o médico obter uma amostra da pele infectada, onde existe o vermelhão ou erupção cutânea, para ter a certeza que se trata de sarna e não de outra infecção da pele que possa ter sintomas semelhantes.

 

Uma outra forma de tratamento da sarna, considerada alternativa, é através de tratamentos naturais, os quais poderão ser encontrados na internet ou em casas especializadas. Alguns médicos também poderão aconselhar o uso destes tratamentos naturais, se virem que a pessoa infectada beneficiará deles.

 


mais sobre mim
Junho 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
22
23

24
26
27
29
30


arquivos
2012

2011

pesquisar neste blog
 
Google+1
Twitter
blogs SAPO